12 janeiro, 2010

Sempre necessário é


Às vezes é necessário, sem conta
contar por vezes as contas
um rosário
as lágrimas
pérolas perfumadas de sal
muitas vezes
poucas vezes
uma vez
e basta para sentir-se
pessoa humana e viva.
Viva!

2 comentários:

  1. Querida Cintia,

    As dores
    Os amores
    tratam-se
    também,
    como as flores

    ainda que não rime,
    eu,
    amor e dor...

    Agradecido pela presença.
    beijo
    terno abraço.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário no post. Seu retorno ajuda a melhorar a qualidade do meu trabalho.
Se você não é inscrito no blogger, clique em anônimo e deixe um nome ou endereço para contato.

Twitter Updates

    follow me on Twitter