28 novembro, 2009

tristeza


Sem mais pra quem sorrir
Vou-me tornando igual
a quem me quer mal
lágrimas ridículas como nunca
sem mais necessidade ou compaixão,
simpatia desapiedada
de imerecida remissão




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário no post. Seu retorno ajuda a melhorar a qualidade do meu trabalho.
Se você não é inscrito no blogger, clique em anônimo e deixe um nome ou endereço para contato.

Twitter Updates

    follow me on Twitter